­
exd 11 lisboa ipotz 001
 

Paradigma entre Livre Arbítrio e Juizo Final
EXD'11/ USELESS
LISBOA - PORTUGAL

Projecto / Project
Exposição

Ano / Year:
2011

Memória Descritiva / Descriptive Memory:

Numa sociedade aparentemente aberta, transparente, muito globalizada constata-se uma progressiva e abrupta opacidade das relações interpessoais. Cada vez mais os indivíduos estão voltados para si. É difícil ao indivíduo criar o seu próprio caminho, efectuar as suas próprias escolhas e lidar com juízos de valor de terceiros. A responsabilidade entre o mundo estético e ético é cada vez mais difícil.

A procura de uma nova identidade, construir um novo “eu” alicerçado num mundo imaginário, ilusório e criativo é fundamental. É importante estabelecer uma dialéctica entre conceitos como: da Ideia à Matéria, do Sagrado ao Profano, da Ética à Estética.

Vivemos assim numa sociedade em que dificilmente se distingue aquilo que eu posso, aquilo que me é imposto e aquilo que eu quero, sem termos a noção do que é útil, inútil e quiçá fútil.

Desta forma estabelecemos e representamos a dualidade existente entre dois mundos distintos, mas simetricamente reflectidos: um mundo criativo (opaco) e um mundo real (transparente).

O espaço, simétrico na sua arquitectura, sugere a forma de um H (Homem – centro do Universo) e permite através de uma passagem estabelecer uma fronteira entre o mundo criativo, onde tomamos decisões e estabelecemos livremente um caminho para chegar a um resultado final e o mundo real onde colocamos esse mesmo resultado à apreciação de terceiros. Em suma, a dicotomia existente entre o livre arbítrio (instalação) e o juízo final (exposição).

Na instalação estão expostos diversos elementos que foram parte integrante do processo criativo e conceptual das peças exibidas na exposição.

Objectos do quotidiano, combustível das ideias, componentes imprescindíveis à vida e criatividade de um designer reunidos e dispostos de forma ordeira numa sala.

Colocamos a questão ao visitante: Para uma boa ideia surgir quantas folhas são riscadas, canetas gastas, cafés bebidos, maços de tabaco fumados, quilómetros percorridos, (…)

A liberdade de escolha, a opinião e o próprio juízo final que cada indivíduo tem, é a grande questão a ter em conta na nossa intervenção.

 .
 
 
 
exd 11 lisboa ipotz 002
exd 11 lisboa ipotz 003
exd 11 lisboa ipotz 004
exd 11 lisboa ipotz 005
exd 11 lisboa ipotz 006
exd 11 lisboa ipotz 007
exd 11 lisboa ipotz 008
exd 11 lisboa ipotz 009
exd 11 lisboa ipotz 010
exd 11 lisboa ipotz 011
 
 exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012exd 11 lisboa ipotz 012
­